Itapajé: Eder Rocha fala sobre iluminação, estradas, obras paralisadas e sumiço de equipamentos

A Secretaria de Infraestrutura de Itapajé realizou na manhã desta quarta-feira, dia 18, na localidade de Sítio Jorge, trabalho de recuperação de estradas de acesso a duas passagens molhadas que serão inauguradas nesta quinta-feira,

dia 19. A inauguração está prevista para ter início às 10 horas e contará com a presença do líder político Elihu Bastos Lira, do deputado estadual Zezinho Albuquerque, da prefeita Gorete Caetano e de outras lideranças. Os dois equipamentos foram construídos com recursos estaduais e são frutos da parceria entre Elihu e Zezinho.

Em entrevista ao radialista Tabosa Filho, do Sistema Guanacés de Comunicação, o secretário de infraestrutura Eder Rocha informou que as máquinas da prefeitura ainda recuperariam as estradas de acesso a Jorge de Cima e o acesso principal ao distrito de Baixa Grande. Além disso, o município realizou serviço de ‘batição’ de mato à beira das estradas. Na ocasião Eder disse que é compromisso da gestão municipal licitar, executar e dar os méritos devidos às lideranças que trouxerem qualquer tipo de recursos para obras e outras benfeitorias.  

Ainda no que diz respeito à recuperação de estradas, o secretário disse que as máquinas já concluíram a manutenção dos acessos ao distrito de São Tomé e à localidade de São Gonçalo, essa última não recebia melhorias havia quatro anos.  O cronograma de manutenção de estradas seguirá com término dos trabalhos no distrito de Pitombeiras, em seguida contemplará Soledade, Santa Cruz, Ipú, Santa Cruz e Aguaí. Posteriormente máquinas e trabalhadores seguirão para Lagoinha, Camorim, Conceição e Baixa Grande.

Obras paralisadas –

Indagado se a prefeitura tem um calendário de retomada de obras paralisadas, deixadas por administrações anteriores, Eder afirmou que engenheiros da prefeitura estão concluindo um levantamento dessas obras. O passo seguinte será realizar vistoria e, por fim retomá-las. A lista de obras não concluídas em Itapajé engloba quadras poliesportivas, creche, escola, praça da juventude, pavimentações, saneamento básico, etc.

Iluminação Pública –

Ao ser questionado sobre reclamações quanto à deficiência na iluminação pública, o secretário argumentou que diariamente é realizado trabalho de reposição de luminárias. Segundo ele, cerca de trinta manutenções são feitas todo dia na sede e nos distritos. Ponderou que as luminárias que são utilizadas pela empresa prestadora de serviço são de excelente qualidade, mas que fatores externos e oscilações na rede elétrica têm obrigado a troca em ritmo mais constante de luminárias. Disse ainda que a Enel Distribuição, não repassa para o município os valores reais arrecadados com a taxa de iluminação pública. Consequência disso é que recursos próprios do erário municipal são investidos. O município, através de sua procuradoria está questionando esses valores repassados a título de iluminação pública.

Praça das Pedras Brancas –

Se referindo à retirada de parte das luminárias da praça do bairro Pedra Branca, ação da administração que gerou certa polêmica nas redes sociais, o titular da infraestrutura justificou a redistribuição de parte da iluminação afirmando que os engenheiros da prefeitura chegaram à conclusão que haviam lâmpadas em excesso. Por isso uma parte delas foi destinada a iluminar a praça da igreja matriz. Ainda em relação à praça, Eder reiterou que havia naquele local uma ligação clandestina de energia que precisou ser cortada e uma solicitação já foi enviada à Enel que seja feita a ligação regular.

Equipamentos desaparecidos –

Eder Rocha disse também que ao assumir a atual administração determinou a conferência, através de registro de tombo, de todos os equipamentos listados como parte do patrimônio público. Ao final da conferência foi registrada a falta de equipamentos importantes como um compressor de quebrar pedras, uma retroescavadeira e um transformador. O secretário disse que não tem como especificar quando ou em quais condições esses equipamentos desapareceram, deixando claro, por tanto, não ser possível apontar responsáveis apenas através da simples conferência. Um relatório sobre o caso foi elaborado e enviado aos órgãos competentes, informou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *